D&D Podcast

Semana passada a WotC liberou o primeiro D&D podcast depois do anúncio da nova edição. Eu acompanho o podcast desde o terceiro ou quarto (esse último é o décimo quinto), e é uma fonte divertida de informações nerds sobre Dungeons & Dragons e seus derivados como minis e romances.

 

Na primeira parte do podcast os dois apresentadores falam das expectativas e do anúncio da nova edição na GenCon pelo ponto de vista dos designers. Nada de novo aqui sobre o jogo, mas um monte de pontos interessantes vistos do outro lado da cerca, como uma breve discussão sobre o que esta sendo escrito nos fóruns e como algumas dessas coisas se parecem com as discussões internas que os designers tiveram meses atrás sobre as mudanças.

 

Aos 16 minutos rola uma discussão legal sobre a falta de equilíbrio entre o mago e as outras classes, algo bastante conhecido dos jogadores – a classe começa fraca, depois algumas de suas magias começam a ocupar o nicho de outras classes, como a invisibilidade, e no fim o mago não só é a principal fonte de dano do grupo, mas também é o personagem mais versátil se tiver tempo para se preparar. Os designers concluem que as outras classes serão modificadas para ficarem um pouco mais fortes enquanto o mago sofrerá modificações no sentido oposto para equalizar um pouco as coisas (agora o Aguirre começa a chorar :)

 

Aos 24 minutos os apresentadores falam rapidinho sobre os Pontos de Ação, que estarão presentes nos livros básicos, mas funcionarão de forma diferente da que conhecemos em Eberron e Star Wars. E aos 29 minutos são discutidos também os desafios sociais e a mecânica de interações sociais, que será baseada em testes múltiplos ao invés de apenas uma rolagem de Diplomacia ou Blefar. Desta vez teremos uma série de testes opostos, e provavelmente níveis ou condições dos NPCs que serão modificados através de uma série de testes sociais.

E finalmente, aos 37 minutos rola uma pequena discussão sobre o já quase batido papel das classes e como isso influenciou o design do jogo. É certo que as classes cumprirão seus papéis sem gastar tantos recursos ou serem penalizadas – o exemplo que eles dão é o do clérigo, e é confirmado que em determinadas circunstâncias eles poderão curar os outros aventureiros sem gastar suas minguadas ações, como todos já esperavam desde o relato do playtest com o dragão e suas trocentas ações.

O podcast tem quase 45 minutos e é uma ótima trilha para passeios com cachorro ou no ônibus de manhã para ir na faculdade, até porque o volume da gravação é tão baixo que só dá para ouvir legal em fones de ouvido. Os apresentadores são sempre o Mike Mearls e o Dave Noonan, mas um monte de gente como o Keith Baker, James Wyatt, Bruce Cordell e R.A. Salvatore já passaram por lá. Os arquivos antigos podem ser encontrados aqui, e parece que o próximo podcast será exclusivamente sobre os monstros da nova edição!

Comments are closed.