Paizo anuncia o Pathfinder Roleplaying Game

Como todo mundo que visita isso aqui já deve estar sabendo, a Paizo anunciou esta semana que não vai converter seus produtos (o mais notável deles por enquanto é a revista Pathfinder) para a 4ª edição. Ao invés disso anunciaram o Pathfinder Roleplaying Game, um sistema baseado na OGL da edição 3.5 do Dungeons & Dragons:

Paizo Publishing® Announces the Pathfinder RPG

Pathfinder™ to continue under the 3.5 rules.

Tuesday, March 19th, 2008

Paizo Publishing today unveiled the Pathfinder Roleplaying Game, a tabletop fantasy roleplaying game that will serve as the anchor for the company’s popular line of Pathfinder adventures, sourcebooks, and campaigns. Today marks the beginning of a year-long Open Playtest of the new rules, which are based upon the popular 3.5 rules available under the Open Game License. The Pathfinder RPG is designed with backward compatibility as one of its primary goals, so players will continue to enjoy their lifelong fantasy gaming hobby without invalidating their entire game library. The first Pathfinder RPG Alpha release is available now as a free 65-page PDF download at paizo.com/pathfinderRPG. Until the finished Pathfinder RPG‘s release as a hardcover rulebook in August 2009, all of Paizo’s popular Pathfinder-brand products will continue under the current 3.5 rules set.

“I’m really excited to work with the playtesters to make this the best game possible,” said Jason Bulmahn, Paizo’s Lead Designer. “In the spirit of the Open Game movement, the Pathfinder RPG is really your roleplaying game. It’s a huge thrill to get to lead the design process.”

Paizo will issue additional Pathfinder RPG Alpha releases in the coming months, covering new changes and additions to the 3.5 rules. Gamers can download, read, and participate in the free open playtest by setting up a paizo.com account and joining the discussion with Paizo’s design staff at paizo.com/pathfinderRPG. The Pathfinder RPG will be backward-compatible with the 3.5 rules, and the staff has kept this goal as a primary focus since design began in 2007.

This coming August, Paizo will release a massive, full-color, softcover Pathfinder RPG Beta release for $24.99. This book will be available on paizo.com, at Gen Con, as well as through hobby distribution at local game stores. Just like the Alpha releases, the Beta release will be available as a free PDF download on paizo.com. As Wizards of the Coast’s core 3.5 rulebooks are expected to go out of print with the release of 4th Edition, Paizo will use the Pathfinder RPG as a replacement for the 3.5 core rules. The Pathfinder RPG Beta release will represent Paizo’s first published take on an updated 3.5 system, and playtesting will continue through spring 2009, when Paizo will incorporate the open playtest feedback and create a hardcover Pathfinder RPG for release in the hobby trade, bookstores, and paizo.com in August 2009.

Paizo hopes to support 4th Edition with fan-created online conversions of its Pathfinder products and a complete line from its partner company, Necromancer Games, a trend-setter in the original Open Gaming movement. Necromancer has already announced a new 4th Edition version of their award-winning Tome of Horrors monster encyclopedia, and has plans for additional player and GM support products.

Uma ação certamente muito ousada da Paizo, o que por si só já é admirável. Acho que todos os jogadores que acompanharam o D&D nos últimos anos tem uma boa noção da capacidade do Erik Mona e de sua equipe, e do trabalho excelente que fizeram nas revistas Dragon e Dungeon.

Essa iniciativa certamente vai ter repercussões interessantes nos próximos meses, mas se eu tivesse que apostar (ainda bem que não tenho), colocaria minhas fichas em um sucesso bacana a curto prazo, mas que com a médio e longo prazo tende a enfraquecer. Isso porque, ainda que muitos jogadores não tenham a intenção de ir para a 4ª edição agora, a tendência lógica é que a cada mês o número de jogadores da nova edição aumente, e o da antiga diminua, ainda que sempre exista um grupo fiel aos produtos antigos e lançamentos da Paizo. Além do número de jogadores, uma das grandes vantagens colocadas no anúncio acima é o reaproveitamento de todo o material que os jogadores já têm da 3.5, o que realmente é excelente. Mas, isso só será verdade durante dois ou três anos. Em Agosto de 2009, quando o módulo básico e definitivo do Pathfinder Roleplaying Game chegar as lojas, os livros básicos da 4ª edição já estarão em circulação por mais de 1 ano, e conhecendo o ritmo da WotC, é certo que já teremos uns 20 suplementos além de dois cenários oficiais – Forgotten Realms e Eberron.

Então em algum momento o volume de produtos da 4ª edição disponíveis vai superar o da 3.5, e antes disso muitos jogadores terão migrado para a nova edição e boas editoras como a Paizo terão lançado seus livros e suplementos excelentes para a 4ª edição. Outro problema para a Paizo é essa data de lançamento do livro básico deles. Agosto de 2009 é longe, daqui 16 meses, e ainda que eles tenham suas versões betas (disponibilizadas em PDF, o que é lindo!) a real é que o jogador médio de D&D, que repito, acredito que realmente respeita e aprecia os trampos da Paizo, não vai trocar seu novo e brilhante Players Handobook da 4ª edição por um sistema em desenvolvimento que só estará pronto em 1 ano. A Paizo teria uma vantagem grandiosa se já tivesse o básico do Pathfinder Roleplaying Game disponível nas lojas em Junho de 2008, simultaneamente com os livros básicos da nova edição do D&D. Mas para isso eles precisariam de ter uma bola de cristal, e em última instância a pisada na bola (não a de cristal) foi da WotC, que segurou – e parece que segura até hoje, a nova OGL (agora GSL).

Enfim, eu quero muito que a Paizo se dê bem, porque eles são realmente bons de serviço, ouvem seus fãs e nos deram algumas das melhores aventuras e matérias que o D&D 3.5 já teve. Mas eu acho que à longo prazo o novo sistema tende a se focar em um público muito específico que rejeita a nova edição, ou que na melhor das hipóteses joga os dois. Mas talvez essa base de jogadores, ainda que mais restrita, uma espécie de nicho dentro do nicho, seja o suficiente para suportar os lançamentos da editora e transformar a linha em um sucesso.

Mais sobre a Paizo e o Pathfinder Roleplaying Game durante a semana!

3 Comentários

O que acha? Tem alguma crítica ou sugestão? Só mandar! Deixe um Comentário

  1. Realmente é um prazo longo para um mercado mais dinâmico.
    Mas deve de ser de algum planejamento estratégico.

  2. Avoloch disse:

    hummmm o que será que pathfinder muda da fantasia medieval do D&D? será que é algo mais tradiocional estilo senhor dos anéis???

Trackbacks for this post

  1. » Enquanto isso no Brasil… RPG Brasil: O RPG Brasil é um agregador de blogs e conteúdos de Role Playing Game.

Comments are now closed for this article.