Barbaridade!

Depois de uma confusão onde os caras da Wizards disseram que o preview do bárbaro sairia no período ainda gratuito do D&D Insider, depois mudaram de idéia e passaram a classe para o DDI pago apenas para voltarem atrás e liberarem hoje a versão de playtest do bárbaro de graça! A versão oficial da classe, que é um striker primal, só será vista em Março de 2009 no Players Handbook 2, e até lá deve sofrer algumas alterações, porque está bem forte!

Para início de conversa o bárbaro ganha tantos Pontos de Vida como o guerreiro ou paladino, o que mostra que apesar de ser um striker, tem não um, mas os dois pés no campo dos defenders. O principal atributo da classe é obviamente a Força, seguido de Carisma e Constituição, que variam de acordo com o build escolhido – respectivamente o bárbaro thaneborn, e o rageblood, que é o único apresentado no preview. O rageblood é o bárbaro padrão, que bate muito, apanha quase o mesmo tanto, mas não cai de jeito nenhum, e acredito que o thaneborn seja mais ligado a intimidação e talvez alguns buffs. Aliás a parte de raças indicadas para serem bárbaros dá algumas dicas do que podemos ver por ai:

Races: Goliaths are ideal rageblood barbarians. Dragonborn make excellent thaneborn barbarians. Half-orcs are often barbarians but don’t favor either of the two types. Dwarf and shifter barbarians tend to be rageblood barbarians, while halfling and half-elf barbarians choose the thaneborn path.

Provavelmente os goliaths terão bônus de Força e Constituição, e os meio-orcs não devem receber Carisma (duh!) nem Constituição, o que me faz pensar em Destreza ou até em Sabedoria. Voltando aos bárbaros, as habilidades de classe parecem divertidas, mas claro o destaque vai para a fúria! Nossa adorada fúria bárbara é representada pelos poderes diários da classe, e funciona agora como uma stance, ou seja, usa o poder e seus efeitos continuam até o fim do encontro, muitas vezes bombando os poderes menores. Mas não ligue agora! Quando em fúria (leia-se após usar um poder diário), o personagem ganha acesso ao poder livre Rage Strike e então as coisas ficam realmente feias…


O Rage Strike é um poder livre que permite ao personagem trocar um uso da fúria (um poder diário) por um ataque que dá um dano cabuloso de acordo com o nível do poder de fúria que foi trocado, de acordo com esta tabela:

Hit: You deal damage based on the level of the rage power you expended:

1st level 3[W] + Strength modifier
5th level 4[W] + Strength modifier
9th level 5[W] + Strength modifier
15th level 6[W] + Strength modifier
19th level 7[W] + Strength modifier
25th level 8[W] + Strength modifier
29th level 9[W] + Strength modifier

Como vocês podem ver o dano é muito brutal, e exceto no 1° nível, o Rage Strike é sempre mais forte que os respectivos poderes diários. No fim das contas é como se fosse uma troca, você perde o benefício contínuo da fúria, ou seja, não a utiliza como uma stance, mas como um ataque normal que não tem nenhum efeito secundário ou permanente, mas que causa um dano bruto. Achei a idéia divertida, mas tem um problema básico que me incomodou um pouco – o Rage Strike só pode ser usado à partir do 5° nível, o que é uma pena. Isto porque no 1° nível o bárbaro recebe um poder diário, que ele tem que gastar para entrar em fúria, mas o Rage Strike exige que o personagem ainda tenha um poder de fúria disponível para poder trocar pelo dano massivo. E quando um personagem de qualquer classe tem dois poderes diários? Sim, apenas no 5° nível… Achei isso ruim, parece uma mecânica mal feita, você dá um poder para um personagem, mas ele só pode usar depois de um bocado de sessões. Bem estranho e não condizente com a lógica da 4ª edição que temos visto até aqui.

Além do impressionante Rage Strike, o bárbaro ainda tem um excelente arsenal de poderes e habilidades, e algumas saltam os olhos logo na primeira olhada, como o poder livre Recuperating Strike, que dá Pontos de Vida temporários caso o ataque acerte o alvo, ou o absurdo Thunder Hawk Rage, uma fúria que depois de ativada permite o bárbaro derrubar qualquer oponente ao chão com uma ação livre e sem uma jogada de ataque! Ainda bem que esta é a versão de playtest né…

Tirando essa questão do Rage Strike ser usável apenas a partir do 5° nível, o bárbaro superou e muito minhas expectativas. É uma classe que parece absurdamente divertida de se jogar, que causa muito dano, tem poderes legais, e que é realmente dura na queda – e muito mais divertido que não ser atingido, é levar na cabeça e voltar pedindo mais! Algumas habilidades ficaram meio sem noção e devem ser enfraquecidas, mas no geral o bárbaro está detonando e mal posso esperar para ver a versão final em 2009.

21 Comentários

O que acha? Tem alguma crítica ou sugestão? Só mandar! Deixe um Comentário

  1. Estavam comentado, nem lembro onde vi, que o poder do 29º nível está muito apelativo, pois dá bônus de acordo com o numero de inimigos vistos. Mas é 29º nível… Além do qual ainda é playtest, nada que ajuste não resolvam.
    Só espero que os monges continuem sepultados! kkkkkkk

  2. Diego disse:

    Alguém me diz oq é que Acrobatics tá fazendo dentre as perícias de classe dos bárbaros??!

    Não são só os poderes de 29º nível não… os poderes dos bárbaros num modo geral estão bem mais apelões que os poderes de todas as outras classes. Os de 25º por sinal já causam os 7[W] que pra outras classes só alcançam esses valores de dano com poderes de 29º.

  3. Rey Ooze disse:

    Após ler o Barbaro eu imaginei um deles apanhando de um inimigo solo e gritando “É só isso? Não doeu! Caargaaaaa!”

  4. Pela primeira vez estou com vontade de jogar o D&D 4ªEdição :D

  5. Shin disse:

    O barbaro ficou desbalanceado isso é realidade…
    Espero que seja corrigido na edição final, pois causar 9[w] de dano é muito monstruoso!

    E também espero que arrumem o HP, é tão mais facil colocar HP Temporario para fazer o ajuste, do que infiar muito mais HP na propria classe… faz ela parecer pertencer a outra role…

    Mas bem… seja lá como for, até 2009 é que teremos o definitivo.

    Um fator que eu achei interessante, foi como eles mudaram o “design” do “dano extra”, no PHB1, todas as classes sobe a role strike, possuem um “Sneak Attack”, “Hunter Quarry” ou “Curse”… E então surge o barbaro com uma outra forma.

    Isso para mim foi muito mais que trocar 6 por meia duzia… mas até onde isso mantém o equilibrio de jogo.

  6. Rocha disse: (Author)

    O barbaro ficou desbalanceado isso é realidade…
    Espero que seja corrigido na edição final, pois causar 9[w] de dano é muito monstruoso!

    É Shin acho que nosso destino é discordar sempre! Achei o bárbaro forte, mas o problema para mim não é o 9[W] do Rage Strike, até porque o ladino causa bem mais se mandar um Assassin’s Point com Combat Advantage, algo na casa dos 7[W]+10d6! Achei honesta a troca do efeito secundário do ataque por mais 2[W], e convenhamos, esse ataque de 9[W] só rola uma vez por dia. O desequilíbrio do Bárbaro pra mim vem em grande parte dos efeitos dos poderes de fúria, como o já citado Thunder Hawk Rage.

    E também espero que arrumem o HP, é tão mais facil colocar HP Temporario para fazer o ajuste, do que infiar muito mais HP na propria classe… faz ela parecer pertencer a outra role…

    Eu até consigo viver com esses Pontos de Vida animais, o problema pra mim vai ser quando isso se misturar com as armaduras melhores. Ai sim, teremos bárbaros com os mesmos Pontos de Vida e Classe de Armadura de um guerreiro, e ainda ganhando Pontos de Vida temporários a torto e a direito!

    Um fator que eu achei interessante, foi como eles mudaram o “design” do “dano extra”, no PHB1, todas as classes sobe a role strike, possuem um “Sneak Attack”, “Hunter Quarry” ou “Curse”… E então surge o barbaro com uma outra forma.

    Isso para mim foi muito mais que trocar 6 por meia duzia… mas até onde isso mantém o equilibrio de jogo.

    Mais que isso, ainda não entendi direito o porque de mudarem a progressão de dano dos poderes at-will da classe, como o Recuperating Strike e Howling Strike, que somam “d6s” no 11° e 21° níveis além de subirem também o [W]. Achei meio estranho…

  7. Shin disse:

    Após, pensar… repensar… analisar… comparar…

    Percebi alguns detalhes:
    1- O dano ainda é monstruoso, principalmente por poder usar alguns talentos e outras habilidades para auxiliar ainda mais o dano.

    2- Os pontos de vida também estão pouco acima… acredito que os pontos de vida e surges do Striker é o suficiente… simulei algumas situações (que irão acontecer na proxima aventura que irei mestrar (Nivel 3-5)) em todas elas o barbaro foi terrivelmente mais forte.

    Vou esta noite testar com o nivel 15 e o nivel 25… Amanha terei aqui uma resposta de niveis elevados.

    Ainda acredito que o barbaro precisar de uma revisão.

  8. rsemente disse:

    Em menos de um ano e começamos a ter um sistema já instavel! imagine daqui a dois anos!

  9. Chuck disse:

    que trocadilho mais infame no título do post…

  10. Diego disse:

    Na 3ª edição o mago era o problema do desbalanceamento. Na 4ª será o bárbaro… quero só ver oq é que vão mecher de fato para ajustarem a classe na versão final no PHBII.

    Pra mim, muito além das condições especiais da Fúria (Que são muito apelativas, mas tenho de confessar que a idéia é interessante), é engolir o fato de um Guerreiro Tribal causar dano de Fogo, Frio, Sônico, etc… E sem essa de queimar a ira do espírito, que isso não cola.

    Acho que para combates Arena, ninguém leva o Rogue mesmo. Que pode praticamente leva o adversário na lona no primeiro ataque (Knockout +Action Point + Golpe de Misericórdia com Assassin’s Point, some a combinação de poderes com um Katar Whraith Blade “Dragon 364” +6 ou deixe pra aplicar o Sneack Atack apenas no golpe do Assassin’s Point).

  11. Sapo disse:

    Muito bom mesmo!

    Divertidíssimo de jogar. Parece que compensaram a falta do bárbaro frenético e fundiram os dois na nova edição. Muito forte!!!

  12. Shin disse:

    Completei 2 testes noite passada com o barbaro.
    Em minha opnião:

    O barbaro ficou forte, resistente, e dificil de ser morto. Seus ataques estão otimos, sua “fúria” está divertida e todo o resto esta bacana. (E um pouco “Over”)

    Agora vem o que acho que deveria mudar:

    1 – O combustivel do “Rage Strike” deveria ser golpes com a palavra chave “Tribal” e não “Rage”, podendo assim usar, utilitários, e encontros para o golpe (essa opção deixou a mesa muito divertida)

    2 – Reduzir o HP do Barbaro para o mesmo do Striker, e colocar alguns golpes que adicionam PV temporário. Ou mesmo a condição de “Fúria” poderia conceder esse PV.

    3 – Ao inves de usar “+1d6” nos danos dos golpes “Á Vontade”, colocar um bônus de +Con (ou +Car) nos golpes enquanto em fúria. O que seria mais interessante.

    Em geral isso são minhas considerações.
    Barbaro Rules!

  13. Só não esqueçam de mandar as considerações do playteste pro caras em inglês, quem sabe eles não dão uma concertada e a galera brasileira aparece nos créditos do livro! hehehehe

  14. e ae povo,

    percebo q aqui vocês estão achando o mesmo que alguns do forum da wizards achou, que o barbaro ta apelão, mas isso é apenas a primeira vista.

    Perceba que o proprio Shin se contradisse, quando ele comenta nos primeiros argumentos, que o Rage Strike fica muito apelão, e depois diz q deveria usar o rage strike tb para utilitarios e encontro :p

    bem em todo caso, percebam que a maioria dos golpes do barbaro causam mais de dano, pq ele não tem o hunter quary e sneak atack do ladino.

    ex.: poder de encontro do ladino brutal 2[W] + 2d6 + for + des, do barbaro: 3[W] + for.
    poder at will do ranger: 1[W] + 1d6 (ou 1d8 com o talento) + des (ou for), Barbaro: 1[w] + 1d6 + for.

    sem contar q esse poder de encontro q citei do barbaro, ainda da pra ele -4 em todas as defesas durante um turno.

    Eu achei ele bem equilibrado, e achei interessante ele ter saido dos padrões dos strikers :)

    bem é isso

    falowsssssssssssss

  15. Shinken disse:

    Barbarian sofre de falta de dano em miss pelo que deu pra ver. Na 4E, isso é tipo perder 50% do seu damage output. Acho que o Ranger ainda bate muito mais…

    Mas o Barbarian tá irado! Adorei o preview.

  16. shinken,

    isso é outro equivoco. Perceba q 90% (só não digo 100% pq não me lembro) dos poderes que possuem miss damage, são os diários das outras classes.

    Os poderes diários do Barbaro, só servem para iniciar a Furia dele, por isso, mesmo que ele erre o golpe, ainda assim vai está em Furia.

    A Segunda Opção de uso dos poderes diários do Barbaro, é utilizar seu Rage Strike (na verdade essas são as duas únicas coisas que os poderes diários do barbaro faz, iniciar furia, e rage strike), e no uso do Rage Strike, ele causa metade do dano em caso de Miss.

    Sendo assim, ele continua tendo miss normalmente, se alguem usar o poder do barbaro, sem ser para iniciar a furia ou sem ser para usar um rage strike, essa pessoa está disperdicando um poder diario (q são ouro no d&d 4e)

    falowsssssssss

  17. Marcelo disse:

    Vou querer umas minis viu! Umas comuns.

  18. Gilson disse:

    Os brinquedos da Hasbro não podem ter sangue?

    Gilson

  19. Tsu disse:

    Barbaridade!
    Mal posso esperar para chutar bundas com esta classe

Trackbacks for this post

  1. O Bárbaro no D&D 4e « Tomo 4?
  2. O Barbáro na 4E | Ambrosia.com.br

Comments are now closed for this article.