O alcance dos guerreiros

Acabei de dar uma olhada no preview do Martial Power que sai no mês que vem, e apresenta o paragon path Polearm Master, que como o nome deixa óbvio é um guerreiro especialista no uso de armas de haste. Não achei grandes coisas, ainda mais depois de ver o bárbaro (eu tinha que comparar!) mas vamos lá!

Os dois poderes de 11° nível são mais ou menos. O Lunging Action me parece muito especifíco e por enquanto não me convence a gastar um ponto de ação para aumentar em um o alcance da arma ao invés de dar um ataque extra. Já o Forceful Reach trás a verdadeira essencia do Polearm Master aumentando a distância dos poderes que empurram o alvo em um. Somado com o poder por encontro Leveraging Strike, permite que o guerreiro empurre seu alvo um número surreal de quadrados igual ao seu bônus de Sabedoria mais um.

Longarm Grasp e Reaching Stance são os pontos altos do paragon path. O primeiro é uma habilidade de classe que aumenta o alcance do ataque extra nos inimigos marcados que usem shift ou alvejem um aliado para 2 quadrados de distância, algo bem bom. Já o segundo é um poder diário de stance, que permite que até o fim do encontro o guerreiro faça ataques de oportunidade em quaisquer inimigos dentro do alcance de sua arma. Muito bruto, quase um controller marcial!

Polearm Sweep é um burst de raio 2 meio básico, sem nada demais, que causa um dano interessante e só.

Logicamente tentaram focar o paragon path na questão do alcance, alguém que não só acerta de longe, mas que também é especialista em empurrar os oponentes para onde quiser. O conceito é divertido, mas acho que para ser realmente efetivo serão necessários mais poderes de armas de alcance e de duas mãos que além de provocar dano empurrem o inimigo, o que espero que aparece no Martial Power. Ai sim, com um poder at-will que cause um dano bacana, e ainda empurre 1 quadrado (2 com o Forceful Reach) o Polearm Master vai poder mostrar todo turno o que ele faz de melhor.

6 Comentários

O que acha? Tem alguma crítica ou sugestão? Só mandar! Deixe um Comentário

  1. Diego disse:

    Em geral acho que as paragons estão decepcionando. O desequilíbrio entre elas diminuiu, mas ainda existe e quando existe são gritantes. Alguns pontos básicos: Daggermaster é em todos aspectos a melhor Paragon de Rogue lançada em comparação com todas as outras, e o Poder Diário do Shadow Assassin não dá tanto dando nem possui um efeito tão vantajoso a ponto de ser tão restritivo (Só pode ser usado contra alvos Bloodied). Doomsayer de Warlock tem a habilidade interessante de alvos a X quadrados terem de rolar testes de resistência duas vezes e ficar com o menor resultado contra efeitos com a Keyword Medo; mas contando com poderes do Players Handbook os Warlocks possuem apenas 1 poder diário que se enquadra nesse requisito, e um de 1º nível. E com aquela expansão de uma Dragon que veio com poderes do Pacto da Estrela, você consegue adicionar outros dois ou três no máximo.

    Outra coisa que acontece e decepciona, é que algumas Paragons possuem habilidades interdependentes da Características da Classe Padrão, característica que não é adquirida quando seu personagem pertence a outra classe e adquire o feat multiclasse pra se enquadrar como membro de outra classe. Um exemplo desse são a maioria das Paragons de Warlock que possuem habilidades baseadas no Warlock Curse, mas quem é Multiclasse de Warlock não tem Warlock curse.

  2. C disse:

    Tsc tsc tsc, comparando defender com striker?
    Que coisa mais pré-adolescente que quer “matah tudaum!!1111”

    kkkkk, zuera =P

  3. Gilson disse:

    Que coisa mais pré-adolescente

    Experimente Rollmaster ou Gurps.

    Gilson

  4. JMTrevisan disse:

    Ok. Agora sei como alguém que não nunca viu RPG na vida se sente ao ler uma matéria à respeito do hobby.

    No mais, quando eu era moleque esse negócio de ficar empurrando na hora de brigar era coisa de bunda mole…:)

    Cheers!

    T.

  5. Diego disse:

    Não kra. Não citei esses exemplos comparando Striker/Defender, os exemplos que citei era Striker/Striker (Daggermaster/Shadow Assassin no exemplo citado, mas poderia ter citado qualquer outra paragon para Rogue no lugar do Shadow Assassin que o Daggermaster ainda seria mais forte).

  6. rsemente disse:

    Dois personagens do meu grupo no jogo de D&D 3.5 jogam com lanceiros, e acho que nenhum deles gostaria que a lança começasse a “empurrar” de modo Uxia os inimigos :P pelo menos não sempre!

Comments are now closed for this article.