Frostforged Wyrm – Draconomicon I Preview

Se semana passada eu perdi o preview dos dragões marrons, desta vez não vou deixar passar batido o Frostforged Wyrm, um dragão abissal, aprisionado e transformando por demônios em uma espécie de máquina de guerra bizarra.

O conceito em si é divertido, um dragão subjugado e deturpado em uma criatura selvagem, mas acredito que se encaixa bem melhor com os dragões brancos burros do que com os verdes por exemplo, muito mais sagazes. No entanto algo me diz que veremos versões abissais de todos os dragões cromáticos nas páginas do Draconomicon I.

Na prática o Frostforged Wyrm é um Dragão Branco Adulto, obviamente “tunado” com placas de metal presas por pregos (spikes!) por demônios em sua carroceria. em comparação com as duas versões a maior modificação é a perda do template Solo, o que reflete de maneira drástica em seus Pontos de Vida, que caem de 408 para abismais 143, embora o Frostforged Wyrm seja um Brute com dois níveis a mais que o Dragão Branco Adulto. Para mim essa queda monumental dos Pontos de Vida atrapalha um bocado a vida já sofrida do Frostforged Wyrm, ainda mais quando vemos suas habilidades mais para frente…

Curiosamente, apesar de suas estilosas placas de ferro “Pimp my dragon“, o Frostforged Wyrm tem exatamente a mesma Classe de Armadura do Dragão Branco Adulto, o que é um pouco decepcionante. Ele também perde o ataque de garra, possuindo como poder standard at-will apenas sua mordida, um pouco melhor que a do Dragão Branco original. A arma de sopro também deu uma melhorada significativa tanto na jogada de ataque como no dano, agora de 4d8+6 ao invés de 4d6+6, e ainda causar uma penalidade de -2 nos ataques dos inimigos além de deixá-los lentos.

Por outro lado, a recarga do sopro quando o dragão fica bloodied foi embora junto com o Frighful Presence, e no lugar entra o poderoso Pain Frenzy quando o Frostforged Wyrm chega a metade de seus Pontos de Vida, que causa o belo dano de 4d10+6 em radius 2 e ainda derruba todos os inimigos atingidos no chão. Faltou só um followup que deixasse dar um pisadinha nos oponentes caídos…

Finalmente aparece o Spikes of Pain, uma habilidade por encontro que, apesar de divertida, podia ser bem mais poderosa e ilustrativa do sofrimento do dragão abissal se fosse uma habilidade at-will. O Spikes of Pain permite que um demônio adjacente através de uma ação menor crave um espeto na carne do Frostforged Wyrm, que depois de sofrer 1d10 de dano fica nervoso e ganha uma ação padrão. Ou seja, o demônio pode se mover, atacar, espetar o Frostforged e esse ainda atacar alguém. Nada mal. Mas qual o sentido dessa habilidade ser por encontro? De que adianta chegar com o dragão abissal cercado de demônio se a jogada de espetar e deixar ele puto só funciona uma vez?

Achei a idéia do dragão aprisionado e selvagem bacana, mas se um dia eu for usá-los em minha mesa de jogo farei duas modificações – a primeira vai ser dar mais Pontos de Vida ao rapaz, pelo menos uns 200, provavelmente subindo um pouco seu nível. Depois transformaria o Spikes of Pain em uma habilidade at-will e ai sim veríamos o estrago que Frostforged Wyrm seria capaz de fazer: vários ataques sendo espetado até ficar bloodied, Pain Frenzy na galera, e mais espetada até alguém morrer. Ele ou os aventureiros!

7 Comentários

O que acha? Tem alguma crítica ou sugestão? Só mandar! Deixe um Comentário

  1. valberto disse:

    Já tentou Heat Metal nele?

  2. rsemente disse:

    HAuauhaha!
    Os poucos pontos de vida podem ser interpretados como ferimentos causados pelos pregos, que redusem os pontos de vida maximo
    :P

  3. Diego disse:

    E a mesma C.A??! Vc interpreta como?!

  4. dephlas disse:

    Realmente, a mesma CA, na minha opinião, é ridículo. Afinal, qual foi a razão para os diabinhos [que infelizmente só podem espetar o enlatado uma vez por encontro] terem enchido-no de placas metálicas?
    Talvez isso seja a prova de que foi só pra “tunar” o bixo mesmo. Mas aí nesse caso faltou um neonzinho né?!

  5. Chuck disse:

    spikes of pain… spikes of pain… que merda… :P

  6. Ninja disse:

    Essa bizarrice é uma prova de que,para conceber a 4E,o pessoal da Wizards deve ter consumido(Leia-se:fumado e/ou cheirado) uma grande quantidade de substâncias ilícitas… ;)

Trackbacks for this post

  1. Dragões e mais Dragões « Pergaminhos Dourados

Comments are now closed for this article.