Finalmente o tal post de 2 anos

Nem sei se isso ainda faz sentido, mas enfim, hora de resolver o post comemorativo de 2 anos depois de alguns problemas técnicos. A minha idéia era escrever a parada em duas partes, uma retomando alguns dos meus temas favoritos desde a criação do Área Cinza, e outra falando do que pretendo para o futuro, com algumas mudanças na temática do blog e sugestões enviadas por vocês. Mas como já estou atrasado, decidi mandar tudo de uma vez aqui.

Nestes 2 anos (e 4 dias) foram 321 posts, e 1111 comentários, ou seja, uma média de um pouco menos de uma atualização a cada dois dias e 3,5 comentários por post. Claro que as coisas não são certinhas assim, e assim como existiram meses em que houveram 5 ou menos atualizações, outros tiveram mais de 30! E dentro deste período eu consigo enxergar alguns momentos bem distintos do Área Cinza. Pegue seu DeLorean e vamos lá!

Janeiro 07  a Agosto 07:

Neste período o Área Cinza funcionava no Live Journal, uma plataforma muito parecida (e tão ruim quanto) o famoso Multiply. O blog tinha o enfoque mais “jornalístico” eu acho, com o objetivo principal de pescar a opinião de caras fodas (daqui e da gringa) e comentar um pouco. De acordo com o que escrevi no primeiro post:

Nas últimas semanas tenho acompanhado mais blogs, sites e Live Journals de pessoas relacionadas à indústria do RPG do que portais de notícias e páginas de editoras, e me surpreendi com a quantidade de informações bacanas e interessantes que sequer chegam a fóruns e afins. Curiosidades sobre a produção de um determinado produto, ótimas referências de leituras e a reação dos escritores e designers as críticas e sugestões do público foram às coisas que mais me atraíram neste tipo de página, que infelizmente não existe no Brasil.

Ok, eu me citei, o que é o cúmulo da presunção… Outro objetivo oculto idéia era levantar a discussão sobre esses pontos de vista diferentes, em contraposição a umas análises malucas e cheias de “informações confidenciais” (imaginárias ou não), que estavam aparecendo nos círculos de discussão de RPG da internet brasileira.

A média de postagens era bem baixa, na casa das 6 ou 7 atualizações mensais, mas com um formato mais extenso, sem cobrir pequenas noticias de lançamentos e coisas do tipo, com um enfoque mais geral mesmo, ao menos na maioria das vezes. O problema é que a parada era muito pouco divulgada, na prática só o Garrell, Barbi, Giltônio e o Valberto comentavam por lá, então era difícil ter alguma discussão mais longa, e até para comentar tinha uma frescura para quem não tinha conta no Live Journal. Realmente terrível, não sei como tantos gringos ainda usam a parada…

Apesar de serem monólogos, alguns posts desta época merecem destaque:

Chris Pramas e o Admirável Ano Novo – o sempre sábio Pramas da Green Ronin faz uma série de previsões para 2007, e uma delas é nada mais nada menos que o anúncio da 4ª edição até Dezembro. Na mosca!

Repita Comigo: SEM 4ª EDIÇÃO!!!!! – em Fevereiro Scott Rouse fez sua melhor poker face e afirmou com convicção que a 4ª edição não seria anunciada até no mínimo meados de 2008, enganando milhares de trouxas como eu. Alguém ainda dúvida que o Pramas é foda?

Entrevista com Silvio Compagnoni – Editor da Dragão Brasil – bate papo bacana com o simpático Silvio, último editor da finada DB. O cara tinha classe.

Encontro Internacional de RPG Cara! – relato do XV Encontro Internacional de RPG (o segundo que eu fui), que contou com a presença do grande Monte Cook.

Em meados de Agosto instalei o WordPress e migrei o blog, além de registrar o endereço www.areacinza.org. Mas mal sabia eu que a segunda metade Agosto traria novidades bem maiores…

Agosto 07 a Maio 08:

Apenas alguns dias após mudar o Área Cinza de lugar e arrumar um domínio decente, o mundo do RPG começou a ferver com os boatos sobre o anúncio da 4ª edição do Dungeons & Dragons durante a Gen Con. Na mesma época eu ficava o dia todo em frente ao computador escrevendo minha monografia de conclusão de curso, então não era difícil acompanhar as novidades à medida que surgiam nos fóruns gringos.

Neste período quase a totalidade dos posts foi de cobertura sobre como seria a 4ª edição, e o AC alcançou uma popularidade que eu realmente não esperava. Pelo menos no começo, apenas o Covil e o Grimório Esquecido também estavam postando as novidades com regularidade e velocidade, em uma cobertura improvisada e espontânea, onde eu tentava colocar as notícias quase em tempo real, enquanto elas apareciam traduzidas pelo CF apenas algumas horas depois no Covil. Bons tempos!

Nos quase de 150 posts deste período, alguns dos que mais gosto são:

4DVENTURE e Algumas Horas para o D&D 4ª Edição, Service Unavailable – faltando 24 horas para o anúncio da 4ª edição a Wizards tirou o site do D&D do ar e colocou um “contador misterioso”. Quando a parada finalmente zerou, o número de acessos foi tão avassalador que o site saiu do ar. Duh! Me senti tão idiota que eu rio disso até hoje.

O fim da licença d20 com a nova edição – primeira vez que a mudança na licença do Dungeons & Dragons foi discutida de maneira mais substancial. Post interessante,  novamente com trechos escritos pelo Pramas, onde ele apresentou uma proposta maluca para manter a licença d20.

Resenha: Wizards Presents Races and Classes – meu esforço mais megalomaníaco na cobertura do pré-lançamento da nova edição, esta gigantesca resenha comeu algumas manhãs e foi bem divertida de escrever.

Mais más notícias sobre a SRD, WotC anuncia seus planos para a OGL e SRD, E mais novidades sobre a licenca da 4ª Edição e Grandes mudanças na GSL! – estes quatro posts trazem o começo da novela da GSL, quando ela ainda seria disponibilizada antecipadamente para as editoras dispostas a pagar $5000. Como hoje sabemos, muita água ainda ia passar debaixo desta ponte.

Junho 08 a Dezembro 08:

Em Junho de 2008 o Área Cinza já estava sendo bem visitado e movimentando algumas discussões divertidas. E claro que o lançamento da 4ª edição do Dungeons & Dragons gerou ondas de choque que reverberaram por aqui.  Enquanto todo mundo tentava entender a nova edição, começaram os posicionamentos divergentes, críticas e avaliações, que sempre aconteceram de maneira bem tranqüila por aqui. Pelo menos não tive que moderar comentário nenhum até hoje!

Outra coisa que marcou este período foi a articulação intensa com outros blogs de RPG nacionais – até então o Área Cinza era bem isolado, com muito pouco contato com outros blogs como o Covil, Dr. Careca Lab’s e d3system. No EIRPG de 2008 isso mudou muito, e logo eu estava na lista de discussão de blogs de RPG, começaram a surgir os agregadores e conheci muita gente foda.

Neste que considero o melhor período do blog, destaco as seguintes atualizações:

Sobre a 4ª edição (a opinião do Giltônio) – subi esse post no mesmo dia que falei sobre o vazamento dos livros básicos da 4ª edição em PDF. O Giltônio, o cara que eu conheço que mais gosta e fala de D&D, fez estas avaliação relâmpago onde sua notória decepção com a 4ª edição foi apresentada de forma consistente pela primeira (e talvez única : ) vez. Discordo de muito do que ele escreveu, mas gosto de verdade deste post!

Mais um EIRPG… – relato do XVI Encontro Internacional de RPG, com ótimos momentos e um ou outro que não gosto nem de lembrar!

Maratona de 20 posts em 10 dias – pode parecer besta, mas essa maratona foi uma das idéias mais idiotas e divertidas que eu tive aqui no blog. No início nem eu acreditava que iria conseguir cumprir a parada, com trampo novo, confussões na vida pessoal, e mesmo  ter fechado a parada no prazo foi foda. Tenho que emendar outra!

O Círculo – início, meio e fim – o post que encerrou a maratona foi esse histórico do Círculo, que funcionou tanto para conhecer alguns dos melhores caras de BH como para escrever RPG. Aviso: post emo.

Rede de blogs de RPG gringos, E a rede de blogs de RPG nacional!, Nem tudo que te linka é ouro… – três posts sobre os agregadores de blogs de RPG, os dois primeiros escritos em um momento bem diferente do terceiro. Na verdade o último era uma espécie de bash desconfiado e preventivo no rpg.blogs, que ironicamente é o melhor dos agregadores em funcionamento atualmente. Heh eu nunca disse que era sensato!

Descobrindo Catan – escrito originalmente para contar vantagem e exibir meu novo brinquedinho, este post foi uma grata surpresa, com uma recepção e interesse que eu não imaginava mesmo. Esperem em breve mais posts sobre Catan e o Carcassone.

A GSL que não sai, A GSL e a SRD foram lançadas!, E a guerra contra a GSL continua…, Demissões na Wizards e a revisão da GSL que não sai…, A Wizards vai revisar a GSL e a SRD da 4ª edição! – mais um bocado da interminável novela da GSL da 4ª edição: João descobre que Maria é sua irmã, Marta sai do coma, a GSL é lançada e todos a odeiam, Scott promete voltar atrás e revisar a licença. A seguir cenas do próximo capítulo.

Ranking da internet rpgística, Ranking da internet rpgística – Outubro, Ranking da internet rpgística – Novembro, Ranking Cinza – Dezembro – o Ranking Cinza foi outra dessas idéias estranhas que tomou proporções bem maiores que eu imaginava inicialmente. Parece que a galera adora um pouco de competição amigável, e eu não posso negar o interesse por listas e rankings, então devo continuar fazendo a parada enquanto estiver divertido.

Demissões, corporações e os rumos do bom e velho D&D, Dia 1° de Outubro e dai? – dois dos posts mais debatidos do Área Cinza, com um total de incríveis 71 comentários. Embora o primeiro trate das recentes demissões na WotC, em especial do Jonathan Tweet e David Noona, e o segundo fale do fracasso da GSL, ambos os posts (e os seus respectivos comentários) caem na questão mais profunda do objetivo da Wizards para a 4ª edição do D&D e a estratégia utilizada para tal. Leitura obrigatória para debater a 4ª edição de forma crítica!

Foram dois anos divertidos. Mas a real é que nos últimos meses as notícias da 4ª edição do Dungeons & Dragons não tem me interessado tanto, em parte por seu conteúdo mais de regras mesmo, e também porque eu não estou mais tão empolgado como antes, embora ainda continue jogando e ache o sistema bem interessante. Então a proposta para 2009 é diversificar um pouco mais o Área Cinza, como inclusive foi sugerido neste post por algumas pessoas, dentro do RPG, com mais análises e opiniões sobre o mercado, e mesmo fora do RPG com algumas resenhas de livros, filmes e jogos de tabuleiro e afins. Não que essas coisas sejam exatamente minha praia, mas o que aparecer de interessante vou tentar trazer para cá. No fim das contas, a idéia é não foxcar tanto na 4ª edição, afinal já existem outros blogs que estão fazendo esse trabalho de maneira bem melhor, como o Rolando 20.

Bom chega, é hora de  retomar a programação normal com a segunda parte do artigo sobre o Varna escrito pelo Barbi, e aguardem pelo resto de 2009 mais notícias sobre a industria do RPG e o mundo nerd em geral. De verdade agora!

Comments are closed.