Levantando questões sobre a publicação de RPG em PDF

Estava conversando com o Giltônio e meus outros comparsas da Secular Games sobre meu interesse em escrever uma pequena série de artigos no Área Cinza sobre a possibilidade de publicar livros de RPG em PDF, abordando em primeiro lugar nossa experiência no mercado gringo (uma versão desatualizada desta história pode ser encontrada aqui), e posteriormente algumas teorias e idéias que tenho sobre a viabilidade deste formato de publicação aqui no Brasil, inclusive conversando com quem já está fazendo isso por aqui.

Mas antes de sair escrevendo como um desvairado sobre o que eu acho que é interessante, acho que seria bacana saber de quem acompanha o blog (e claro, se interessa pelo tema) quais são as principais dúvidas, apostas e teorias sobre a publicação em PDF, seja na gringa como aqui no Brasil. Óbvio que eu não vou conseguir responder metade das perguntas, mas a idéia é justamente discutirmos juntos, pensar nos formatos atuais e no que ainda pode ser implementado, ainda mais aqui onde este tipo de iniciativa está apenas engatinhando.

Então esse não é um post típico do Área Cinza, com meus resmungos sobre as paradas. Não senhores, mais que nunca preciso dos resmungos de vocês!

Comments are closed.