Diário do Game Chef Brasil – Dia 2

Segundo dia de minha participação no Game Chef Brasil, e bem, não rolou muita coisa!

Fiquei boa parte do dia diagramando a versão nacional do Dungeon World e fazendo uns exercícios da faculdade, então não tive tempo de sentar e começar a fazer uma brainstorm decente… De qualquer forma parece que decidi fazer um jogo sobre sobrevivência e exploração em um mundo recentemente assolado por um vírus bizarro transmitido por torres de rádio. fiquei meio cabreiro de fazer algo “pós-apocaliptico” e durante um tempo considerei a ideia de fazer um jogo que se passasse durante o caos da contaminação e de suas consequências, mas querendo ou não alguns dos meus temas favoritos só são possíveis surgir depois que uma nova configuração começa a surgir após a queda da civilização, então…

Até agora estou brincando com os seguintes conceitos:

  • Grupos e pequenas comunidades criadas nos terraços e andares mais altos dos prédios, de forma a escapar das transmissões.
  • Criação dos personagens, de seus laços e da comunidade em um flashback, que se passa durante a deflagração do vírus. O restante do jogo se situa alguns anos depois, no máximo cinco.
  • Jogo baseado em dois turnos: um deles se passa no abrigo no topo dos prédios e permite o foco nas relações e na manutenção daquela comunidade. O segundo turno é de exploração, e envolve descer ao nível do solo, e permite conseguir suprimentos e descobrir (descrever) algo sobre o mundo. A ideia super roubada de MouseGuard.
  • Misteriosas torres de transmissão no meio da cidade, que tocam em loop a sequência do vírus.
  • Uma mecânica de contaminação que envolva a linguagem, e a perda não de pontos de vida, mas de elementos gramaticais.

Não é muita coisa ainda, mas acho que vou pegar firme nessa divisão do jogo em dois tipos de turnos como minha principal mecânica estruturante e ver o que saí daí. E se tudo der certo amanhã o diário será muito mais interessante, já que estamos planejando um encontro dos participantes do Game Chef daqui de BH!

3 Comentários

O que acha? Tem alguma crítica ou sugestão? Só mandar! Deixe um Comentário

  1. Sua ideia me lembrou do jogo I Am Alive, para PC.
    Dá uma pesquisada que você vai ver que tem muito em comum.

    Abração! =)

  2. Rocha disse: (Author)

    Opa, vou procurar agora :)

  3. Se quiser dar uma olhada na minha ideia (que carece de mecânicas ainda, mas penso que será algo como psi*run) https://docs.google.com/document/d/1va2ZEBbJlf5RdvcLm9pUTFmO48Pn72vLEr9vfwi_nds/edit

    Os comentários serão muito bem vindos!

    Abraço!

Comments are now closed for this article.