Estamos de volta (e o que rolou neste meio tempo)!

Uau, já faz quase um ano que não escrevo nada por aqui! E neste intervalo algumas coisa aconteceram, então antes de tentar retomar o ritmo de escrita acho que pode ser uma boa recapitular um pouco o que eu tô arrumando e o que quero fazer aqui no Área Cinza!

Minha última atualização aqui foi em um longínquo novembro de 2013, onde eu falava sobre um jogo massa de Dungeon World que estava mestrando usando o delicioso suplemento Dark Heart of the Dreamer. Neste meio tempo o jogo correu bacana, mas eventualmente subiu descalço no telhado e vocês sabem bem como isso termina. Mas minha vontade de lançar o Dark Heart of the Dreamer continua, o livreto é realmente fantástico! Aliás se quiserem acompanhar o Adam Koebel, um dos criadores do DW, mestrando uma aventura online usando este suplemento podem conferir aqui, vale muito a pena se você curte o jogo ou cenários planares e esquisitos de fantasia.

E falando sobre jogos, foi-se o tempo em que eu jogava três ou quatro coisas diferentes por semana… Embora ainda esteja em um período relativamente tranquilo do doutorado e com um bocado de tempo livre, não tenho nenhum jogo de RPG presencial rolando no momento, o que é uma novidade e não exatamente das mais divertidas. Não sei se tem um motivo principal, mas uma série de pequenos fatores que se acumularam – um deles sendo a febre de Android:Netrunner que assolou a galera aqui em BH (e da qual eu também não escapei), e que transformou praticamente todos os momentos de encontro em disputadas corridas na rede entre hackers e mega corporações. Aliás este jogo é tão incrível que merece um post próprio futuramente! Mas é inegável que desde que o jogo se espalhou por aqui no final do ano passado eu devo ter jogado no máximo dois RPGs com o pessoal com o qual habitualmente jogava, e isso é bem pouco pra média da galera aqui. Acho que tá na hora de renovar os ares e procurar novos jogos e jogadores!

Mas se eu não tenho jogado muita coisa além de A:N, paradoxalmente eu tenho feito mais jogos do que nunca! Algumas das minhas últimas atualizações por aqui foram parte do meu diário de design do Transmissões, jogo que criei para o Game Chef 2013 e que foi apenas meu segundo jogo até então… 2014 por outro lado está sendo frenético no front de criação, e já fiz nada menos que quatro jogos em seis meses! Nada mal hein? Estes jogos foram criados devido ao Versus, minha disputa de criação de protótipos de jogos em 30 dias com o chapa Encho e sobre o qual devo escrever mais um bocado amanhã. De qualquer forma minhas engrenagens criativas estão funcionando  bem este ano, e espero que algo deste processo vaze aqui para o Área Cinza.

Aliás se tem algo que tem me incomodado um bocado é a falta de espaços e debates mais consistentes sobre design de jogos por aqui. Temos um bocado de gente fazendo coisas interessantes, mas os espaços de discussões, quando existem, são limitados e cheios de ruídos. E este é o principal motivo de tentar voltar com o Área Cinza, ver se consigo elaborar algumas coisas sobre os jogos que tenho criado, lido e (espero!) jogado, e quem sabe com alguma sorte, incentivar mais alguém a fazer o mesmo fora de uma plataforma tosquinha e ruim de debater como o facebook…

Vamos ver se funciona!

6 Comentários

O que acha? Tem alguma crítica ou sugestão? Só mandar! Deixe um Comentário

  1. Realmente, falta um espaço adequado para debater criação de jogos.

    Gilson

  2. E parabéns pelo doutoramento, não sabia!

    Gilson

  3. Julio disse:

    Bem vindo de volta! :D

  4. Daniel Anand disse:

    Rocha, seu blog é um dos poucos sobreviventes de uma era que não volta mais. Aprecio o herói da resistência (e o conteúdo sempre interessante)!

  5. Rocha disse: (Author)

    Obrigado pessoal, vou tentar retomar a atividade por aqui :)

  6. Sobre espaços para debate, lembrei do Garagem RPG, e vi hoje que está fora do ar. Uma pena. Acredito que esta tarefa, de abrigar/administrar um novo lugar para debater o RPG será do Júlio/UED. =D

    Algumas novidades sobre RPG e educação: mesmo com o banco de teses da CAPES super desatualizado e voltando aos poucos, novas pesquisas estão lá e em breve estarão no http://www.pesquisarpg.ufpa.br .

    Abraços!

    Prof. Gilson

Comments are now closed for this article.